EDUCAÇÃO INCLUSIVA: A PERCEPÇÃO DOS PROFESSORES DA ESCOLA ESTADUAL DIVA HUGUENEY DE SIQUEIRA BASTOS NO MUNICÍPIO DE CUIABÁ/MT/BRASIL

Kátia Teixeira Ondei[1]

Resumo

Esta pesquisa tem como objetivo pontuar a educação inclusiva na Escola Estadual Professora Diva Hugueney de Siqueira, localizada no Município de Cuiabá-MT. Além da pesquisa bibliográfica, realizou-se a pesquisa de campo, tendo como instrumento de coleta o questionário aberto, o local de pesquisa foi a Escola Estadual Diva Hugueney de Siqueira Bastos e a população amostral foram os professores dessa instituição. Os resultados evidenciaram que os professores participantes da pesquisa não conhecem o Projeto Político Pedagógico da escola; que as práticas pedagógicas aplicadas em sala são, por assim dizer, homogêneas, apesar de lidarem com uma clientela diversificada, com alunos com necessidades especiais e outras diferenças inseridos e existentes no ensino regular. Concluiu-se que o sucesso da Educação Inclusiva está intrínseco ao comprometimento dos profissionais de educação, ao Projeto Político Pedagógico, às parcerias estabelecidas entre instituição e comunidade, às práticas pedagógicas que promovam a interação, integração e a inclusão dos alunos, com ou sem necessidade especial. Sugere-se, como proposição para uma nova pesquisa, a investigação da parceria entre os serviços básicos de saúde e a Educação Inclusiva.

Palavras-chave

Deficiência. História humana. Pessoas com deficiência. Educação. Acesso à educação inclusiva. Projeto Político Pedagógico.

Abstract

This research aims to punctuate inclusive education at the State School Professor Diva Hugueney de Siqueira, located in the Municipality of Cuiabá-MT. In addition to the bibliographical research, field research was used, using as an instrument of collection the open questionnaire and the local research site Diva Hugueney State School of Siqueira Bastos in the Municipality of Cuiabá and sampling population teachers of this institution. The results show that the teachers participating in the research do not know the political pedagogical project of the school, and the pedagogical practices applied in the classroom are, so to speak, homogeneous, although they deal with a diverse clientele, with students with special needs and other inserted differences and existing in regular education. It is concluded that the success of inclusive education is intrinsic to the commitment of education professionals, to the political pedagogical project, the partnerships established between institution and community, pedagogical practices that promote the interaction, integration and inclusion of students, with or without necessity Special. It is suggested as a proposal for a new research, the partnership between basic health services and inclusive education.

Keywords

Disability. Human history. Disabled people. Education. Access to inclusive education. Political Pedagogical Project.

Texto completo


[1] Mestranda em ciências da educação no programa de pós-graduação do Absolute Christian Univesity.