EDUCAÇÃO INCLUSIVA: O QUE PENSAM OS PROFESSORES? Contribuições a partir de uma pesquisa de campo realizada na EE Ana Maria do Couto, Cuiabá, MT, Brasil

Maria Cristina Domingues Barros[1]

Resumo

Este artigo tem por objetivo investigar o que pensam os professores da Escola Estadual Ana Maria do Couto sobre o processo de educação inclusiva. A proposta dessa educação se efetiva na busca de uma escola de qualidade para todas as crianças, independentemente de qualquer atributo físico, mental ou social. A educação especial deve funcionar como um suporte para a educação inclusiva quando se trata de crianças com deficiência e que tem necessidades educacionais especiais. De posse destes conceitos, apresentamos as principais ideias de L.S.Vigostski acerca do desenvolvimento da criança com deficiência. Esta teoria embasa a defesa por uma educação em que todas as crianças estudem juntas no mesmo local. Concluiu-se que é necessário que a criança com deficiência conviva diariamente com outros modelos de linguagem, de expressão, de habilidades para que possam ir além da deficiência e possam desenvolver outros modelos de atuação e de pensamento.

Palavras-chave

Professor, educação especial, educação inclusiva

Abstract

This article aims to understand what the teachers think the State School Ana Maria do Couto on the inclusive education process. The purpose of this is effective education in the pursuit of a quality school for all children regardless of any physical, mental or social attribute. Special education should act as a support for inclusive education when it comes to children with disabilities and who have special educational needs. Armed with these concepts , we present the main L.S.Vigostski ideas about the development of children with disabilities. This theory underlies the defense for an education that all children study together in the same place. For Vygotsky, it is necessary that the disabled children socialize daily with other language models, expression of skills so that they can go beyond the disability and to develop other models of action and thought.

Keywords

Teacher, special education, inclusive education

Texto completo


[1] Maria Cristina Domingues Barros, professora da rede estadual de Educação; Pós graduada pela UFMT em Educação Especial; Pós graduada pela UFMT em Educação Física e Esportes; Mestre em Ciências da Educação pela UPAP/PY.