EDUCAÇÃO INCLUSIVA: CONCEPÇÕES DE PROFESSORES SOBRE A PROPOSTA PEDAGÓGICA NA EDUCAÇÃO ESPECIAL

                                           Elisangela Aparecida Malonyai Cavalieri[1]

Marcus Nascimento Coelho[2]

RESUMO

A educação inclusiva tem sido um desafio para diferentes professores que trabalham no processo de de- senvolvimento de alunos atendidos nessas modalidades. Sabemos que eles têm a escola como um espa- ço fundamental para promover o desenvolvimento social, emocional e acadêmico, a partir das oportu- nidades adquiridas nas vivências no âmbito escolar, através de estimulações que valorizam a interação e a mediação de conhecimento para a aprendizagem de significados e sentidos que contribuem para o processo de adaptar-se às mudanças e superar seus obstáculos. Este estudo analisou ideias e percepções de professoras sobre educação inclusiva e como os alunos estão incluídos, se há essa inclusão por todos os profissionais, se os ambientes são propícios e adaptados, se a família contribui para a efetiva aprendi- zagem, se há capacitação para se trabalhar a inclusão, bem como materiais pedagógicos adequados e se as metodologias de ensino, de fato, são capazes de sanar ou amenizar suas dificuldades acadêmicas e se há aprendizagem nesse contexto educacional inclusivo. Os estudos apresentaram que, mesmo sabendo utilizar as metodologias de ensino, ainda se faz necessário repensar os recursos usados e aproveitar suas potencialidades. A falta de apoio de materiais didáticos dificulta a aprendizagem efetiva dos inclu- sos. As políticas educacionais mostram-se responsáveis pela capacitação dos professores, contudo não são efetivadas, resultando, portanto, na falta de aperfeiçoamento e capacitação dos professores. Diante disso, sugere-se uma visão mais democrática e analítica sobre o processo de inclusão.

PALAVRAS-CHAVE: Educação Inclusiva. Professores. Metodologia.

ABSTRACT

Inclusive education has been a challenge for different teachers working in the development process of students attended by these modalities. We know that these have the school as a fundamental space to promote the social, emotional and academic development that from these opportunities acquired in the experiences in the school environment, through stimulations that value the interaction and the media- tion of knowledge for the learning of meanings and senses which contribute to the process of adapting to change and overcoming its obstacles. This study analyzed the ideas and perceptions of teachers about inclusive education and how they are included, if there is inclusion by all professionals, if the environ- ments are propitious and adapted, the family contributes to effective learning, if there is training to work inclusion, appropriate pedagogical materials and whether teaching methodologies are in fact ca- pable of healing or mitigating their academic difficulties and whether there is learning in this inclusive educational context. The studies showed that, even knowing how to use the teaching methodologies, it is still necessary to rethink the resources used and take advantage of their potentialities. The lack of support of didactic materials hinders the effective learning of the included ones. Educational policies are responsible for teacher training, although they are not implemented, resulting, therefore, in the lack of improvement and training of teachers. Given this, a more democratic and analytical view on the in- clusion process is suggested.

KEYWORDS: Inclusive education. Teachers. Methodology.


[1] Mestranda do Curso de Ciências da Educação pela AEBRA – Agência Educacional Brasileira; Pós-Graduada em Psicopedagogia e Educação Infantil pela AVEC – Associação Varzeagrandense de Ensino e Cultura; Gradua- da em Pedagogia pela UFMT – Universidade Federal de Mato Grosso. Ocupante do cargo público de psicopeda- goga do Município de Tabaporã/MT.

[2] Graduado em Educação Física pela ESEFEGO. Graduado em Filosofia pela Universidade Federal de Goiás (1985). Pós graduação em Metodologia de Pesquisa, Psicologia do Adolescente, Psicopedagogia Institucional e Clínica, Docência em Filosofia. Mestrado em Ciências Sociais; Mestrado em Psicanálise. Doutorado em Psicaná- lise.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *