ATENDIMENTO EDUCACIONAL ESPECIALIZADO (AEE): A Inclusão Escolar de Alunos Surdos em uma escola de Teresina – PI

Conceição de Maria Carvalho Mendes [1]

Jane Cris de Lima Cunha [2]

RESUMO

Este artigo intitulado Atendimento Educacional Especializado (AEE): A Inclusão Escolar de Alunos Surdos em uma escola municipal de Teresina, norte baiano, tem como objetivo geral analisar como se processa a inclusão e a aprendizagem dos alunos surdos em uma escola municipal de Teresina. E tendo como objetivos específicos: preparar os professores e a escola para efetivar a inclusão adequada; elaborar o Projeto Político Pedagógico (PPP) com projetos que envolva a língua brasileira de sinais; trabalhar a Língua de Sinais (Libras) não só com os alunos surdos, mas com todos os alunos da escola, como forma de envolver a comunidade escolar e alcançar um bom resultado na comunicação dos surdos; Envolver os alunos surdos em todas as atividades atribuídas aos demais alunos com a segurança de que está ocorrendo comunicação entre todos e impedindo que ocorra sentimento de inferiorização na comunidade surda e que atenda as especificidades dos mesmos. Nesta pesquisa foi utilizada a metodologia quantiqualitativa e descritiva pelos meios de observação, acompanhamento diário na sala de aula e questionários trazendo indagações específicas contribuindo para um diálogo entre as partes. Eles foram atribuídos aos professores efetivos, direção da escola. A pesquisa foi embasada nas leis que amparam a educação brasileira, nas ideias de Rosita Edler Carvalho, Maria Tereza Eglér Mantoan, Paulo Freire, Declaração de Salamanca entre outros. Na realização desta pesquisa constatou-se que para a escola se tornar inclusiva são necessárias reflexões entre os responsáveis pela educação buscando o cumprimento das leis e a remoção de barreiras com um único objetivo: ensinar a todos sem discriminação.

PALAVRAS-CHAVE: Inclusão; Alunos surdos; AEE Escolar.

ABSTRACT

This article entitled Specialized Educational Service (AEE): School Inclusion of Deaf Students in a municipal school in Teresina, northern Bahia, has the general objective of analyzing how the inclusion and learning of deaf students in a municipal school in Teresina takes place. And having as specific objectives: to prepare teachers and the school to effect adequate inclusion; to elaborate the Pedagogical Political Project (PPP) with projects that involve the Brazilian sign language; working with Sign Language (Libras) not only with deaf students, but with all students in the school, as a way to involve the school community and achieve a good result in deaf communication; Involve deaf students in all activities assigned to other students with the certainty that communication is taking place between all and preventing the feeling of inferiority in the deaf community and meeting their specificities. In this research, the quantitative and qualitative methodology was used by means of observation, daily monitoring in the classroom and questionnaires bringing specific questions contributing to a dialogue between the parties. They were assigned to the effective teachers, school director. The research was based on the laws that support Brazilian education, on the ideas of Rosita Edler Carvalho, Maria Tereza Eglér Mantoan, Paulo Freire, Salamanca Declaration, among others. In conducting this research, it was found that for schools to become inclusive, reflections are necessary among those responsible for education, seeking to comply with laws and remove barriers with a single objective: to teach everyone without discrimination.

KEYWORDS: Inclusion; Deaf students; School ESA.


[1] Professora doutora em Administração pela UNINTER. Professora Mestre em Administração pela Universidade Federal da Paraíba. Professora do quadro efetivo da Universidade Estadual do Piauí. email: mendesconceicao628@gmail.com.

[2] Possui graduação em Medicina Veterinária pela Universidade Estadual do Ceará (1998), Especialização em Gestão de Sistemas Locais de Saúde pela Escola de Saúde Pública do Ceará (2001), Mestrado em Saúde Pública pela Universidade Estadual do Ceará (2005), Aperfeiçoamento em Epidemiologia para Gestores de Saúde pela Johns Hopkins University/MS (2006/2007) e Doutorado em Saúde Coletiva Associação Ampla UECE/UFC/UNIFOR (2014). Atualmente é responsável técnica pelo Programa de Vigilância e Controle das Leishmanioses do Estado do Ceará.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *