IMPLANTAÇÃO DO “PROJETO ESCOLA SEGURA E CIDADÃ – PESC” COMO INSTRUMENTO PEDAGÓGICO DISCIPLINAR.

Rute Costa Lima [1]

RESUMO

Este artigo tem como objetivo propor uma nova ferramenta metodológica direcionada à grande problemática vivida no ambiente escolar na contemporaneidade, a indisciplina. Observa-se que há grande discussão no meio docente dentro deste contexto, porém com poucos resultados satisfatórios. É preciso refletir quanto às causas que potencializam a indisciplina escolar. É necessário um olhar holístico sobre todas as vertentes que compreendem o processo educacional, entender que a educação sempre será um processo inacabado, que é imprescindível um trabalho contínuo, uma vez que o cenário vivido nas escolas brasileiras é desafiador, porquanto notória é a falta de acompanhamento dos responsáveis legais junto aos alunos, passando a escola portanto, a ser a única responsável por qualificar a pessoa para o trabalho bem como assegurar seu pleno desenvolvimento e preparação para o exercício da cidadania. Partindo dessa premissa a escola deve oferecer aos discentes um ambiente que produza o censo da ordem, das regras e sobretudo do respeito, permitindo dessa forma, a mudança comportamental dos alunos tidos como indisciplinados. O projeto Escola Segura e Cidadã – PESC estabelece-se como uma nova ferramenta metodológica que pode mitigar essa que é considerada umas das maiores problemática das escolas brasileiras, pois trazendo como objeto central a meritocracia, permite que a gestão escolar desenvolva ações no sentido de resgatar a autoestima e consequente mudança comportamental.

PALAVRAS-CHAVE: Projeto disciplinar, respeito, mudança comportamental.

ABSTRACT

This article aims to propose a new methodological tool directed to the great problem experienced in the contemporary school environment, indiscipline. It is observed that there is great discussion in the teaching environment within this context, but with few satisfactory results. It is necessary to reflect on the causes that potentiate school indiscipline. It is necessary to have a holistic look on all aspects that comprise the educational process, to understand that education will always be an unfinished process, which is essential for continuous work, since the scenario experienced in Brazilian schools is challenging, because the lack of accompanying the legal guardians to the students, making the school the sole responsible for qualifying the person for the job as well as ensuring their full development and preparation for the exercise of citizenship. Based on this premise, the school should offer students an environment that produces a census of order, rules and, above all, respect, thus allowing the behavioral change of students considered as undisciplined. The Safe School and Citizen Project – CFSP establishes itself as a new methodological tool that can mitigate this one that is considered one of the biggest problems of Brazilian schools, because bringing meritocracy as its central object allows the school management to develop actions to rescue self-esteem and consequent behavioral change.

KEYWORDS: Disciplinary project, respect, behavioral change.


[1] Professora Plena Licenciada em Ciências Biológicas, Coordenadora de área da Secretaria de Educação do Estado do Amazonas, Mestranda em Ciências da Educação pela Universidade Del Sol-UNADES. Manaus/AM.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *