MULTIFACETA NA CONSTRUÇÃO DO SUJEITO: a construção ideológica do sujeito

Sidney da Silva Chaves [1]

Gilvone Furtado Miguel [2]

RESUMO

Este artigo tem como objetivo contribuir para a reflexão sobre a construção ideológica do discurso como estratégia de convencimento. O que se deseja é mostrar a vertente de que, no discurso, há um jogo de intenções para convencer alguém de “supostas verdades”. Por isso, será debatido que o sujeito é atravessado pelo discurso numa conjuntura sócio-histórica-cultural. Para sustentar esta teoria, recorreuse à Análise do Discurso (AD) a qual é representada aqui pelos autores Adilson Citelli, José Luiz Fiorin, Eni Pucinelli Orlandi, Dominique Maingueneau e outros que convergem na mesma tendência. Fez-se um breve debate sobre a diferença da Análise do Discurso da Linha Francesa (AD) da Análise Crítica do Discurso (ACD), método muito usado na Grã-Bretanha. Nesta, a linguagem é delineada pelo social e não pelo indivíduo, ou seja, o sujeito é atravessado pela busca reflexiva de autoidentidade. Naquela, o sujeito é uma construção social. Por isso, ele está mascarado pelas ideologias que o cercam, seja de forma consciente ou inconsciente. Utilizou-se de exemplos dos autores estudados, além de um artigo de Fernanda Trisotto “A eleição das fake news: as mentiras que te contaram e os impactos na campanha”, publicado no jornal Gazeta do Povo de Curitiba, Paraná, em 28/10/2018. Por fim, acredita-se ter alcançado o objetivo proposto, pelas análises realizadas, mesmo diante da complexidade de se abordar a respeito da formação sujeito e/ou como este é atravessado, de forma consciente ou não, pelo discurso.

PALAVRAS-CHAVE: Discurso; Polifonia; Sujeito.

ABSTRACT

This article aims to contribute to the reflection on the ideological construction of discourse as a convincing strategy. We want is to show the aspect that, in the speech, there is a game of intentions to convince someone of “supposed truths”. Therefore, it will be debated that the subject is crossed by the speech in a socio-historical-cultural context. To support this theory, Speech Analysis (SA) was used, which is represented here by the authors Adilson Citelli, José Luiz Fiorin, Eni Pucinelli Orlandi, Dominique Maingueneau and others that converge on the same trend. There was a brief debate about the difference between the Discourse Analysis of the French Line (AD) and the Critical Discourse Analysis (ACD), widely used method in Great Britain. In this, the language is outlined by the social and not by the individual, that is, the subject is crossed by the reflexive search for self-identity. In that, the subject is a social construction. Therefore, he is masked by the ideologies that surround him, whether consciously or unconsciously. Examples of the authors studied were used, in addition to an article by Fernanda Trisotto “The election of fake news: the lies that were told and the impact on the campaign”, published in the newspaper Gazeta do Povo de Curitiba, Paraná, on 10/28/2018. Finally, it is believed to have achieved the proposed objective, by the analyzes carried out, even in the face on the complexity of approaching the subject formation and/or how it is crossed, consciously or not, by the speech.

KEYWORDS: Discourse; Polyphony; Subject.


[1] Mestrando em Educação, Especialista em Língua Portuguesa-Unemat- Universidade Estadual de Mato Grosso; Especialista em Didática do Ensino Superior- FIU-Faculdade Integradas de Educação, Ciências e Letras de Urubupungá; Especialista em História de Mato Grosso- IFMT- Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso. Graduado em Letras- Fecilcam- Faculdade Estadual de Campo Mourão-PR; Graduado em História- Unemat- Universidade estadual de Mato Grosso. Professor efetivo da rede estadual de educação de Mato Grosso (Brasil). Leciona desde 1996 na UNIFLOR – União das Faculdade de Alta Floresta – MT. Atua no Departamento de Comunicação e na Ouvidoria da UNIFLOR.

[2] Doutora em Letras e Linguística pela UFG (2007). Docente da UFMT/CUA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *