A FORMAÇÃO E A IDENTIDADE DOS PROFISSIONAIS DO CEJA – CENTRO DE EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS PROFESSOR ANTONIO CESÁRIO DE FIGUEIREDO NETO – MATO GROSSO

                                          Wilma Regina de Amorim[1]

RESUMO

As mudanças que vem sendo demandadas retomam questões que são recorrentes na formação de professores da EJA, no trato com as especificidades e que no contexto ganham força com o novo paradigma educacional, voltado para a inclusão dos sujeitos que ficaram excluídos do processo educacional, e que ao longo do processo histórico da educação no Brasil, ficaram a mercê da escolarização. Assim, nunca na última década se falou tanto e investiu na Educação de Jovens e Adultos, bem como na formação de docentes para essa modalidade de ensino. É neste contexto que surge esta pesquisa, que busca apresentar a identidade de alguns profissionais da Educação Básica de Cuiabá, apontando para algumas reflexões acerca da formação docente de um segmento de ensino, a Educação de Jovens e Adultos. Assim, observa-se a necessidade de repensar o desenvolvimento das práticas pedagógicas de modo geral e em específico dos profissionais do Centro de Educação de Jovens e Adultos Professor Antônio Cesário de Figueiredo Neto. A pesquisa foi desenvolvida com 50 professores que ministram aulas para o ensino fundamental , médio e médio profissionalizante (PROEJA), da referida escola nos três períodos matutino, vespertino e noturno.

PALAVRAS-CHAVE: Educação de Jovens e Adultos, Formação Docente e Identidade Profissional.

ABSTRACT

The changes that have been demanded resume issues that are recurrent in the training of teachers of adult and youth education, in dealing with the specificities and that in the context of great strength with the new educational paradigm, aimed at the inclusion of subjects who were excluded from the educational process, and that during the historical process of education in Brazil, were at the mercy of schooling. So, if the last decade never talked about and invested in the Education of young people and Adults, as well as in the training of teachers for this mode of teaching. It is in this context that emerges this research, that seeks to present the identity of some professionals in the basic education of Cuiabá, pointing to some thoughts about teacher training of a segment of education, adult and youth education. Thus, the need to rethink the development of pedagogical practices in General and specifically of the professionals from the Centre of adult and youth education Professor Antônio Cesário de Figueiredo Neto. The survey was developed with 50 teachers who teach classes for the elementary, middle and high school training (PROTECT), of that school in the morning, evening and three periods.

KEYWORDS: Adult and youth education, teacher training and Professional Identity.


[1] Amorim, Wilma Regina. Professora Doutora em Educação pela UTCD – Assunção – Paraguai, em 2012. Titulo Revalidado pela Universidade Estácio de Sá em 2017. Mestre em Educação pela UFMT em 2000. Professora aposentada da Rede Pública de Mato Grosso -SEDUC . Professora convidada no IESA Instituto de Ensino Superior do Araguaia

A CONSTRUÇÃO DA IDENTIDADE DOS ALUNOS DO CENTRO DE EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS PROF. ANTÔNIO CESÁRIO DE FIGUEIREDO NETO – MATO GROSSO

                                           Maria Paula P. Ramos Pinto de Castro[1]

Wilma Regina de Amorin[2]

RESUMO

No Brasil a Educação de Jovens e Adultos, sempre foi destinada às camadas mais pobres da população constituída por jovens e adultos trabalhadores, pobres, negros, subempregados, oprimidos e excluídos. Estes Direitos estendem-se a Educação de Jovens e Adultos no art. 37 da LDB que determina: “A educação de jovens e adultos será destinada àqueles que não tiveram acesso ou continuidade de estudos no ensino fundamental e médio na idade própria”. Nesta mesma Diretriz, o Estado de Mato Grosso através do Decreto No. 1.126/08, dá nova denominação as Instituições de Educação Básica “Prof. Antônio Cesário Figueiredo Neto” e “Profa. Emília Fernandes de Figueiredo”, nomeando-o Centro de Educação de Jovens e Adultos “Prof. Antônio Cesário de Figueiredo Neto” 3 (Decreto no. 1.123/08). Nessa perspectiva o Centro de Educação de Jovens e Adultos – CEJA “Prof. Antônio Cesário de Figueiredo Neto”, realizou uma pesquisa com alunos do ensino médio vespertino, empregando o método de análise qualitativa, com objetivo de estabelecer uma identidade própria para seus alunos, oriundos dos municípios de Cuiabá e Várzea Grande e ainda, definir as competências a serem construídas para o exercício da docência, frente a essa população de jovens e adultos expressivamente diversificados.

PALAVRAS-CHAVE: Educação de Jovens e Adultos, CEJA Prof. Antônio Cesário de Figueiredo Neto, Identidade.

ABSTRACT

In Brazil the adult and youth education, has always been aimed at the poorest layers of the population consists of young and old workers, poor, black, underemployed, oppressed and excluded. These rights extend to adult and youth education in art. 37 the LDB that determines: the education of young people and adults will be destined to those who did not have access to or continuation of studies in the elementary and high school at the age of its own. This same guideline, the State of Mato Grosso through Decree no. 1,126/08, give new name basic education institutions “Prof. Antonio Cesário de Figueiredo Grandson” and “profa. Emilia Fernandes de Figueiredo “, naming it the Centre of adult and youth education” Prof. Antônio Cesário de Figueiredo Grandson “(Decree No. 1,123/08). In this perspective the center of adult and youth education- CEJA “Prof. Antônio Cesário de Figueiredo Grandson”, conducted a survey of high school students Vespertine, employing the method of qualitative analysis in order to establish its own identity to his students, from the municipalities of Cuiabá and Várzea Grande and define the competencies to be built for the exercise of teaching, this population of young adults significantly diversified.

KEYWORDS: Adult and youth education, CEJA Prof. Antônio Cesário de Figueiredo, identity.


[1] Professora do CEJA Prof. Antônio C. de F. Neto, Mestre em Saúde e Ambiente /UFMT

[2] Professora do CEJA Prof. Antônio C. de F. Neto, Mestre em Educação /UFMT.

POR QUE LITERATURA NEGRA E NÃO AFRO-DESCENDENTE?

                                          Luiz Renato de Souza Pinto[1]

RESUMO

A proposta deste artigo é fazer uma reflexão mais aprofundada sobre o caldeirão de etnias que compõem a cultura brasileira. Selecionamos leituras que costuram um histórico da escravidão, como também do tráfico negreiro, tendo como base Conrad (1985), associadas ao processo de socialização de negros em território brasileiro via Chagas (2014). A valorização da beleza negra nos foi apresentada por intermédio de duas obras significativas para o trabalho, sendo: Braga (2009) e Gomes (2008). A representação do negro na literatura brasileira veio de Conforto (2006) e Vital (2012). As questões relativas ao empoderamento negro, da cultura de resistência escrava e visões estereotipadas na cultura nacional completam essa representação crítica tomando como ponto de partida o livro de Cuti: “Literatura Negro-Brasileira” (2010) que serviu de base para pensarmos este mosaico. Enfim, nos utilizamos de algumas obras não canônicas para demonstrar um caminho de mudança para a representação étnica na literatura brasileira.

PALAVRAS-CHAVE: Literatura; Negritude; Educação.

ABSTRACT

This article aims to promote a deeper reflection about the cauldron of ethnic groups that compose Brazilian culture. We selected readings that stitch together a history of slavery, as well as slave trade, based on Conrad (1985), associated with the process of Black People socialization in Brazilian territory by Chagas (2014). The Black beauty valorization was presented to us by two significant works: Braga (2009) and Gomes (2008). The Black people representation in Brazilian literature came from Conforto (2006) and Vital (2012). Issues related to black empowerment, culture of slave resistance and stereotyped visions in the national culture completed this critical representation. The starting point was Cuti. Book (2010) that served as a basis for thinking about this mosaic. We used some non-canonical works to demonstrate a path for changing ethnic representation in Brazilian literature.

KEYWORDS: Literature; Negritude; Education


[1] Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT), Cuiabá, Mato Grosso, Brasil. Doutor em Literaturas de Língua Portuguesa pela Universidade Estadual Júlio de Mesquita Filho (UNESP).

POR UMA PEDAGOGIA COM MAIS AFETIVIDADE

                                          Gilvone Furtado Miguel[1]

RESUMO

Esse artigo coloca em discussão a formação integral da criança no ambiente escolar, fundamentando-se nas contribuições de Wallon, Piaget e Vygotsky. Os aspectos do desenvolvimento integral se estabelecem nas relações de interação entre o motor, o cognitivo e o afetivo. Também se considera os aspectos citados na atuação da professora na Educação Infantil e no Ensino Fundamental, etapas que agregam a criança nas fases de formação do eu. Essa produção visa a atualização pedagógica e se destina aos educadores em geral.

PALAVRAS-CHAVE: Desenvolvimento, motor, cognitivo, afetivo, indisciplina.

ABSTRACT

This article puts into discussion the integral formation of the child in the school environment, noting the contributions of Wallon, Piaget and Vygotsky. Aspects of the comprehensive development of relations established interaction between the engine, the cognitive and the emotional. Also considers the aspects mentioned in the performance of the teacher in early childhood education and elementary education, steps that add the child at the stage of formation of the I. This production aims to update educational and intended for educators in General.

KEYWORDS: Development, motor, cognitive, affective, indiscipline.


[1] Dra em Letras e Linguística/Estudos Literários pela UFG-2007; Mestre em Letras e Linguística/Estudos Literários pela UFG-2001; Pós-graduada em Ciências Sociais Aplicadas à Educação pela FGV/UFMT. Docente Pesquisadora Associada da UFMT/CUA.

ILHA DO BANANAL: ENTRE A SITUAÇÃO DE RUA E A COMUNIDADE NÔMADE

                                           Eliete Borges Lopes[1]

RESUMO

A tese de que existe em Cuiabá uma comunidade em situação de rua que habita a Ilha do Bananal no Centro da Cidade e que esta comunidade possui uma auto-organização a partir dos arte-fatos e afetos que mobilizam foi defendida em 2016 e é um enfrentamento à questão de como a rua tem sido tratada na Cidade de Cuiabá, diga-se de passagem, não tem havido políticas para esse setor. Este fenômeno foi descrito a partir da pesquisa de campo exploratória e contou com o diálogo com moradores em situação de rua e descrição dos fenômenos que compõem a comunidade que habita a Ilha do Bananal. Os arte-fatos e afetos são uma maneira de dizer de toda uma cultura material e imaterial que envolve a vida da população em situação de rua que habita a Ilha do Bananal. A principal interlocutora do trabalho foi Andreia, a Cheirosa, que morreu este ano. A pesquisa revela que mesmo vivendo sob égide da vulnerabilidade a comunidade da Ilha do Bananal consegue resistir frente a fenômenos como a pobreza e a violência. O trajeto de pesquisa desenvolveu-se a partir do fenômeno de interação entre a população em situação de rua e os diversos elementos presentes na comunidade, quer seja, a dimensão arquitetônica, os graffits e atos performativos da vida na rua. As dimensões de apropriação e transformação da cultura e da própria vida através dos arte-fatos e afetos presentes na comunidade garantem o habitar a rua como processo de resistência e dão indicativos da possibilidade de uma episteme nova para o entendimento da perspectiva da população em situação de rua. Uma episteme das ruas e sobretudo uma episteme das ruas do Sul começa a se insinuar numa trajetória em que a população em situação de rua como protagonista do processo de habitar a rua deixa ver sua potência crítico-educativa.

PALAVRAS-CHAVE: Comunidade de rua. Políticas públicas. Cultura. Episteme.

ABSTRACT

The thesis that exists in Cuiaba a street community that inhabits the Bananal island in the Centre of the Town and that this community has a self-organization from art facts and affections that mobilize was defended in 2016 and is a confrontation on the question of as the street has been treated in the city of Cuiabá, incidentally, there have been policies for this sector. This phenomenon was described from the exploratory field research and dialogue with residents in street situation and description of the phenomena that make up the community that inhabits the Bananal island. The art-facts and affections are a way of saying to all tangible and intangible culture that surrounds the life of the street population that inhabits the Bananal island. The main subject of this work was the Smelliest Andreia, who died this year. The survey reveals that even living under aegis of the vulnerability the community of Bananal island can resist in front of phenomena such as poverty and the violence. The search path developed from the phenomenon of interaction between the population and the various elements present in the community, whether the architectural dimension, the graffits and performative acts of life on the street. The dimensions of appropriation and transformation of culture and life through art-facts and emotions present in the Community guarantee inhabit the street as process of resistance and give indications of the possibility of a new understanding of episteme perspective of the street population. An episteme of streets and above all an episteme South streets begins to insinuate a trajectory in which the street population as protagonist of the process of inhabiting the street let me see your critical power-educational.

KEYWORDS: Street Community. Public policies. Culture. Episteme.


[1] Doutora em Educação – UFMT

ÉTICA NO CONTEXTO DAS ORGANIZAÇÕES

                                           Cezimar Gomes da Silva[1]

Maria dos Remédios Nascimento Sabóia Ferro[2]

Adriano César Bezerra da Silva[3]

RESUMO

Podemos afirmar que ética é algo que a sabedoria popular conhece, ouve falar, mas que quando se pede uma explicação científica acerca do que é de fato, poucos conseguem responder claramente. Atualmente essa temática vem sendo cada vez mais alvo de grandes discussões, estudada e pesquisada num contexto geral. Porém o que mais chama atenção é o fato desta estar sendo utilizada no campo das organizações, uma vez que têm como foco principal o lucro. Hoje se associa lucro a uma gestão que se utiliza de postura ética na execução de suas funções. Temos, então, como fundamentação básica para essa afirmativa que cada área de trabalho hoje elabora seus códigos de conduta ética, como exemplo se pode citar a formação contábil que possui seu código de ética, a imprensa, a medicina, entre outros. Tais mecanismos são elaborados com o intuito de proteger e valorizar os profissionais, no caso específico, aqueles que estão ligados a uma organização; esse processo se dá através da fiscalização dos Conselhos, cabendo, assim, sanção para quem infligir a conduta ética. A ética pode ser entendida do ponto de vista dos costumes, valores, bem como pelo prisma normatizador. Entretanto, não devemos interpretá-la como um aprisionamento; é exatamente o contrário, ética é sinônimo de liberdade, pois podemos agir de tal forma que acreditamos ser a correta. Nesse sentido, a ética profissional aponta o caminho de como se deve proceder nas mais diversas situações. Partindo desses dois princípios (costumes, valores) a sanção pode ser oriunda da norma e de Deus.

PALAVRAS-CHAVE: Ética. Organização. Pesquisa.

ABSTRACT

We can say that ethics is something that popular wisdom knows, hears, but when a scientific explanation is asked about what it is, few can clearly answer. Nowadays this theme has been increasingly the target of great discussions, studied and researched in a general context. But what is most striking is the fact that it is being used in the field of organizations, since they have as main focus the profit. Today, profit is associated with a management that uses an ethical stance in the execution of its functions.We then have as a basic basis for this assertion that each area of work today elaborates its codes of ethical conduct, as an example can cite the accounting training that has its code of ethics, the press, medicine, among others. Such mechanisms are designed with the purpose of protecting and valuing professionals, in the specific case to which it is linked to an organization, this process is given through the supervision of the Councils, thus punishing those who inflict ethical conduct. Ethics can be understood from the point of view of customs, values, as well as by the normatizing prism. So we should not interpret it as a imprisonment, it is the exact opposite, ethics is synonymous with freedom, because we can act in such a way that we believe to be correct. In this sense professional ethics points the way of how to proceed in the most diverse situations. Starting from these two principles (customs, values) the sanction can come from the norm and from God.

KEYWORDS: Ethics. Organization. Search.


[1] Doutor em Ciências da Administração pela Universidade San Carlos em Asunción – Paraguay

[2] Mestrando em Ciências da Educação pela Universidade San Carlos em Asunción – Paraguay

[3] Mestrando em Gestão Empresarial – (FORUM) – Teresina – Piauí

PLANEJAMENTO DE ENSINO, AVALIAÇÃO CONTÍNUA E ENSINO/APRENDIZAGEM EM SALA DE AULA

                                           Adrea Leinat[1]

Vitoriana Morinigo[2]

Cecília de Campos França[3]

RESUMO

Este artigo analisa um dos aspectos da prática docente que é a elaboração do plano de ensino e prática de atividades pedagógicas em sala de aula. Mais especificamente, trata-se de verificar como um grupo de professoras do ensino fundamental, da rede Estadual do Estado de Mato Grosso, planeja e desenvolve em sala de aula este plano de ensino. Busca-se estabelecer a relação entre o “individual” e o “coletivo” na prática de tal ação, que está diretamente relacionada à construção e a implantação do fazer pedagógico na profissão docente. A análise permitiu um estudo sobre o plano de ensino e os itens estratégias de ensino, avaliação e ensino aprendizagem do estudante. Neste sentido há os que planejam de forma individual, mas que não colocam em prática o que escreveram no papel, outros que fazem esta ação parcialmente, e, finalmente, os que planejam mas só para cumprir a ação que eles(a) chamam de burocracia da rede estadual. Assim, decorremos as análise dos itens de planejamento de ensino, prática pedagógica e ensino/aprendizagem no contexto específico.

PALAVRAS-CHAVE: Plano de Ensino, prática pedagógica e ensino/ aprendizagem.

ABSTRACT

This article examines one aspect of the teaching practice that is the preparation of the curriculum and pedagogical activities in the classroom. More specifically, it is to see how a group of teachers of elementary school, the public State of Mato Grosso, plans and develops in the classroom this curriculum. The aim is to establish the relationship between “individual” and the “collective” in the Commission of such action, which is directly related to the construction and deployment of the pedagogical teaching profession. The analysis allowed a study on the teaching plan and teaching strategies, assessment items and teaching student learning. In this sense there are those who are planning on an individual basis, but not put into practice what they wrote in the paper, others who do this action in part, and, finally, those who plan but only to carry out the action they (the) call the public bureaucracy. So, decorremos the analysis of planning items, pedagogical practice and teaching/learning in the specific context.

KEYWORDS: Curriculum, pedagogical and teaching/learning practice.


[1] Professora formadora na área de alfabetização no CEFAPRO/SEDUC de Pontes e Lacerda-MT

[2] Professora formadora de Geografia no CEFAPRO/SEDUC de Pontes e Lacerda-MT

[3] Professora adjunta da Universidade do Estado de Mato Grosso – UNEMAT. Possui graduação em Psicologia (1986) e Pedagogia (1995) pela Universidade São Marcos; mestrado e doutorado em Educação (Psicologia da Educação) pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo em 2001 e 2005, respectivamente.