O USO DO DESENHO PARA A APRENDIZAGEM NA EDUCAÇÃO INFANTIL

                                           Gilvone Furtado Miguel[1]

Nilda Jaqueline Rodrigues de Oliveira[2]

RESUMO

O objetivo deste artigo é de relacionar a prática do desenho, como recurso para a alfabetização na Educação Infantil, compreendido e explorado como recurso pedagógico junto a criança, que possibilita a expressão das referências às atividades do cotidiano social para a construção da aprendizagem. O desenho, como atividade lúdica para o desenvolvimento da linguagem, nas modalidades da escrita e da leitura com interpretação, possibilita a construção de conceitos e outros elementos que asseguram um processo de aprendizagem cada vez mais presente quanto ao meio que o cerca, garantindo a base da formação infantil. Os traços gráficos, ou seja, os símbolos representam a escrita por parte da criança, ao longo de sua vivência, como ação de um conhecimento em que se tem o nível da aprendizagem do aluno nas mais variadas formas do desenho. O desenho é um recurso de uso contínuo, que integra as várias composições, atribuindo o significado que vem dimensionar o desenvolvimento da criança em relação à escrita e oralidade. Portanto, o desenho é parte dos primeiros sinais gráficos desenvolvidos pela criança e contribui para a formação da sua cidadania.

PALAVRAS-CHAVE: Aprendizagem, Desenho, Linguagem, Criança.

ABSTRACT

The objective of this article is to relate the practice of drawing as a resource for literacy in Early Childhood Education, so that the child can analyze and refer everyday activities to the construction of learning. Drawing as a playful activity for the development of language and in writing sequence enables the construction of concepts and other elements that ensure an increasingly present learning process as to the medium that guarantees the basis of its formation. The graphic traits, that is, the symbols represent the writing on the part of the child throughout their experience as an action of a knowledge in which one has the learning of the child in the most varied forms of the drawing. Drawing is a continuous process in which the various compositions relate to how to attribute the meaning of what is to provide the development of the child in relation to the development of writing and orality. Therefore, drawing as part of the first graphic signs developed by the child for their training.

KEYWORDS: Learning, Drawing, Language, Child.


[1] Pesquisadora Associada da UFMT. Dra em Letras e Linguística/Estudos Literários pela UFG (2007).

[2] Graduada em Pedagogia – FESURV – Faculdade Ensino Superior de Rio Verde (2008), pós-graduada em Psicopedagogia, Mestranda em Educação Holística.

DESENHO OU RABISCOS: uma maneira de aprender mais sobre o desenvolvimento infantil

Nilda Jaqueline Rodrigues de Oliveira[1]

Gilvone Furtado Miguel[2]

Resumo

Este artigo tem como objetivo geral discutir a importância do reconhecimento e incentivo aos desenhos infantis como indispensável recurso nas diferentes áreas de desenvolvimento da criança. Embasou-se essa pesquisa em teóricos como: Greig (2004), Lowenfeld (2007), Luquet (2010), Pillar (2006), e outros na realização de um estudo bibliográfico, descritivo e com método qualitativo. A pesquisa proporcionou conhecimentos sobre cada fase de desenvolvimento das crianças em relação aos seus primeiros rabiscos que, paulatinamente, vão se transformando em desenhos e ganhando significados. O estudo apontou que o desenho é uma atividade motora espontânea, que contribui para a formação da personalidade, pois quando uma criança domina o movimento e controla o desenho, desenvolve seu psicológico, sua parte motora, a intelectual e a afetividade, assim como sua imaginação. O desenho constitui um processo através do qual a criança reúne diversos elementos de sua experiência para formar um conjunto com um novo significado de aprendizagem.

Palavras-chave

Desenho. Rabiscos. Criança. Desenvolvimento. Aprendizagem.

Abstract

This article has as a general objective the importance of recognizing and encouraging children’s drawings in the different areas of child development. It was based on theories such as Greig (2004), Lowenfeld (2007), Luquet (2010), Pillar (2006), and others, who through a bibliographic, descriptive and qualitative study provided knowledge about each phase developed by children in relation to its first scribbles, which gradually becomes drawings and gaining meanings. The study pointed out that drawing is a spontaneous motor activity, which contributes to the formation of personality when a child dominates the movement and controls the drawing develops its psychological, motor, intellectual and affectivity, as well as its imagination, so they play vital role in the training of children. Drawing is a process through which the child gathers various elements of his experience to form a whole with a new meaning.

Keywords

Drawing. Scribbles. Kid. Development. Learning.

Texto completo


[1] Licenciatura Plena em Pedagogia, Pós-Graduada em Psicopedagogia, Mestranda em Educação- Unades (Paraguai).

[2] Doutora em Letras e Linguística/UFG (2007).