EDUCAÇÃO INCLUSIVA

Kátia Teixeira Ondei[1]

Resumo

Historicamente, as pessoas com deficiência sofreram inúmeras discriminações e abandono. Atreve-se a dizer que, somente no século XIX, a valorização desses seres humanos passou a se consolidar no mundo, mas em alguns países ainda se defrontam com péssimas condições, por vezes, nem os direitos humanos e essenciais são respeitados nos casos desses indivíduos. Desde a Declaração de Salamanca (1994) discute-se a educação fornecida aos deficientes, o que contribuiu gradativa e progressivamente com a melhoria das políticas públicas direcionadas a educação das pessoas com deficiência. Neste contexto, a educação inclusiva, nas últimas décadas, tem sido foco das inúmeras pesquisas e discussões acadêmicas. Esta pesquisa tem como objetivo produzir um panorama bibliográfico a respeito da educação inclusiva. Dentre os inúmeros métodos de pesquisa, optou-se pela pesquisa bibliográfica para construir este estudo. A literatura demonstra que a percepção da sociedade, em geral, sobre a capacidade das pessoas com deficiência, vem se modificando continuamente; por um longo período, foram vistos como um peso social; hoje, se tiverem oportunidade, conseguem obter conhecimento e serem, de certa maneira, autônomos ou, até mesmo, completamente independentes, apesar das limitações decorrentes de deficiência. Concluiu-se que o sucesso da educação inclusiva está intrínseco ao comprometimento dos profissionais de educação, ao projeto político pedagógico, as parcerias estabelecidas entre instituição e comunidade, as práticas pedagógicas que promovem a interação, integração e a inclusão dos alunos, com ou sem necessidade especial. Sugere-se como proposição para uma nova pesquisa, a parceria entre os serviços básicos de saúde e a educação inclusiva.

Palavras-chave

Deficiência. História humana. Pessoas com deficiência. Educação. Acesso à Educação Inclusiva.

Abstract

Historically, people with disabilities have suffered numerous discrimination and neglect. It dares to say that only in the nineteenth century that the valorization of these human beings began to consolidate in the world, but in some countries, still face with bad conditions and illegality, sometimes, neither human and essential rights are respected in cases of these individuals. The Salamanca Declaration discusses education provided to the disabled, which has gradually and gradually contributed to the improvement of public policies aimed at the education of people with disabilities. In this context, inclusive education in recent decades has been the focus of numerous academic discussions. This research aims to produce a bibliographical account of inclusive education. Among the many research methods, we opted for the bibliographic research to build this study. The literature shows that the perception of society in general about the capacity of people with disabilities is constantly changing, for a long period they were seen as a social weight, today, it is known that if they have the opportunity, they can obtain knowledge and be of certain autonomous or even completely independently, despite the limitations resulting from disability. The success of inclusive education is intrinsic to the commitment of education professionals, to the political pedagogical project, the partnerships established between institution and community, pedagogical practices that promote the interaction, integration and inclusion of students, with or without special need. It is suggested as a proposal for a new research, the partnership between basic health services and inclusive education.

Keywords

Disability. Human history. Disabled people. Education. Access to Inclusive Education.

Texto completo


[1] Mestranda em ciências da educação no programa de pós-graduação do Absolute Christian Univesity.