A LITERATURA COMO MEDIADORA NA APRENDIZAGEM DA LEITURA

                                           Kesley Mariano da Silva[1]

Simone Aparecida de Jesus[2]

Sirlene Aparecida de Jesus[3]

RESUMO

A Leitura é um dos Direitos de Aprendizagem que devem ser garantidos a toda criança e tem papel relevante em sua formação para agir na sociedade e para participar ativamente de todas as situações que encontra em seu dia a dia, na escola, nas ruas, bancos, etc. Para a aprendizagem de qualquer disciplina, de qualquer profissão ou simplesmente para se deslocar de um ponto a outro, é importante o domínio da leitura. Razão pela qual fica óbvio que todos têm que aprender a ler. Porém não é o que acontece com todos os alunos. Há sérias dificuldades na aquisição da leitura, que os programas e projetos instituídos pelos governos não conseguem sanar e que tem se tornado uma grande preocupação não só de professores. Nesse sentido se faz necessário entender como se dá esse processo e o que pode auxiliar o aluno nessa difícil tarefa de aprender a ler.

PALAVRAS-CHAVE: Leitura; Literatura; Direito; Educação; Aprendizagem

ABSTRACT

Reading is one of the Learning Rights, which should be guaranteed to all children and has a role in its formation to act in society and to actively participate in all situations found in their daily lives, at school, on the streets, banks, end others. For learning any subject, in any profession or simply to move from one point to another, the field of reading is important. That is why it is necessary that everyone has to learn to read. But it is not what happens to all students. There are serious difficulties in the acquisition of reading, that programs and projects set up by governments can not heal and that has become a major concern not only of teachers. In this sense it is necessary to understand how this process takes place and which can assist the student in this difficult task of learning to read.

KEYWORDS: Reading; Literature; Right; Education; Learning.


[1] Kesley Mariano da Silva. Graduação em Letras: Português/Inglês – UEG; Graduação em Direito – FMB; Especialização em Docência do Ensino Superior – FINOM; Mestrado em Educação – UNIESA; Em doutoramento – Saint Alcuin of York.

[2] Simone Aparecida de Jesus. Graduação em Letras Português/Inglês – PUC/GO; Graduação em Pedagogia – UNIFAN; Especialização em Formação de Professores em Língua Portuguesa – PUC/GO; Especialização em Psicologia dos Processos Educativos – UFG; Em processo de Mestrado em Educação – UFG.

[3] Sirlene Aparecida de Jesus. Graduação em Matemática – PUC/GO; Graduação em Pedagogia – UNIFAN; Especialização em Docência do Ensino Superior – UEG.

EDUCAÇÃO INCLUSIVA: A TRAJETÓRIA EVOLUTIVA NO BRASIL

                                           Lidia Araceli Grilo Taborda[1]

Ana Lara Casagrande[2]

RESUMO

Este artigo tem o objetivo de refletir sobre o percurso da educação inclusiva no Brasil. Consideramos que a temática seja importante para professores e interessados em uma educação para todos, sem ex- ceção. Levamos em consideração a determinação da LDB a respeito da garantia do atendimento edu- cacional às pessoas com necessidades especiais, termo, inclusive, adotado por esta lei, para considerar que este direito, reconhecido pela maior lei da educação brasileira, pode ser visto como um passo im- portante para esses sujeitos, que estavam à margem dos direitos educacionais por décadas anteriores. Destacamos a Política Nacional de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva (PNEE) e seu papel em posicionar a escola como um espaço de superação da lógica da exclusão. Podemos notar um avanço no tratamento da questão do direito à educação das pessoas com necessidades especiais no Brasil, mas isso não significa que todos os desafios foram transpostos.

PALAVRAS-CHAVE: Educação inclusiva. Necessidades especiais. Direito

ABSTRACT

This article aims to reflect on the path of inclusive education in Brazil. We believe that the theme is important for teachers and those interested in education for all, with no exceptions. We take into ac- count the determination of the LDB regarding the guarantee of educational assistance to people with special needs, rather than the law adopted, to consider that this right recognized by the most important education law can be seen as an important step for these subjects, who were excluded from educational rights in previous decades. We highlight the National Policy on Special Education in the Perspective of Inclusive Education (NPSE) and its role in positioning the school as a space to overcome the logic of exclusion. We can note a step forward in addressing the issue of the right to education of people with special needs in Brazil, but this does not mean that all challenges have been overcome.

KEYWORDS: Inclusive education. Special needs. Right law.


[1] Fonoaudióloga, mestranda em Ciências da Educação pela Saint Alcuim Anglican College. Santa Rita do Tri- velato/MT, Brasil.

[2] Mestre, Doutora e Pós-doutora em Educação. Professora adjunta da Universidade Federal de Mato Grosso. Cuiabá/MT, Brasil.