A importância da inclusão na educação infantil

Cleide Germano Pires do Couto

RESUMO

O objetivo deste estudo foi discutir sobre o importante papel da inclusão na Educação Infantil, pois, ao ser ofertada desde os primeiros anos escolares, a inclusão pode contribuir para a superação do preconceito em relação às pessoas com deficiência ou outras necessidades especiais. Ao oferecer um trabalho pautado na ética, no respeito e no resgate à cidadania por meio da igualdade social, esta modalidade educativa contribui para a melhora da autoestima e da valorização do aluno enquanto ser produtivo e atuante, independente de sua condição física, social ou econômica. Para romper com concepções preconceituosas, a Educação Inclusiva tem desenvolvido um papel de fundamental importância, pois, não somente tem acolhido a todos sem distinção, promovendo sua plena participação na escola e na sociedade, como também tem lhes garantido o direito de cidadão. A metodologia adotada é a bibliográfica, que se utiliza de material já publicado sobre o assunto em questão, e a pesquisa qualitativa de campo realizada com um grupo de professoras que atendem crianças com necessidades especiais matriculadas numa escola municipal em Trindade-Go. Os resultados mostram que o trabalho que vem sendo desenvolvido pela Educação Inclusiva tem contribuído para uma maior valorização do ser humano e, consequentemente, para a redução do preconceito. Mostra ainda a importância de se realizar um trabalho voltado para as necessidades de cada aluno, considerando que estes também têm muito a contribuir a partir de suas vivências.

PALAVRAS-CHAVE: Educação Inclusiva, Diversidade, Participação social.

ABSTRACT

The purpose of this study is to discuss the important role of inclusion in early childhood education, since, when offered from the earliest school years, inclusion may contribute to overcoming prejudice in relation to people with disabilities, since, by offering a work based on ethics , in the respect and the rescue to citizenship through social equality, this educational modality contributes to the improvement of the student’s self-esteem and valorization while being productive and active, independent of their physical, social or economic condition. In order to break with such conceptions, Inclusive Education has played a fundamental role because it has not only welcomed all without distinction, promoting its full participation in school and society, but also has guaranteed the right to be a citizen. The methodology adopted is the bibliographical one that is used of all material already published on the subject in question. The results show that the work that has been developed by Inclusive Education has contributed to a greater appreciation of the human being and consequently to the reduction of prejudice. It also shows the importance of performing a work focused on the needs of each student, considering that they also have much to contribute from their experiences.

KEYWORDS: Inclusive Education, Diversity, Social participation.

INCLUSÃO PELA EDUCAÇÃO: GÊNERO, ETNIA E JUVENTUDE.

                                           Lenir Mendes da Silva[1]

Dr.a: Malvineide de Miranda Freitas[2]

RESUMO

A escola vive um momento em que muito se fala de inclusão, onde a lei ampara o ensino inclusivo, mas que a prática nem sempre contempla o que a legislação vigente reza como legal. As escolas recebem uma pluralidade de alunos, mas será que em seu seio ocorre a tão sonhada inclusão? Será que todos os alunos possuem educação de qualidade? A legislação é explícita, quanto à obrigatoriedade em aco- lher e matricular todos os alunos, independente de suas necessidades ou diferenças. Entretanto, seus educadores não são preparados para receberem todas as diferenças e necessidades. Vemos educadores angustiados, alunos segregados e um sistema de educação mal preparado no tocante a inclusão. Sendo assim, busca-se no presente estudo discutir sobre o processo de inclusão enfocando a metodologia de projetos como uma metodologia inclusiva e democrática. No primeiro momento, foi feito um percurso pelo multiculturalismo recebido pelas escolas e os currículos pensados de forma que homogeniza o ensino, tornando-os padrão; em seguida, apresentaremos os Projetos Culturais como ferramenta meto- dológica de práticas inclusivas, focamos a importância da relação entre a cultura e os saberes trocados pelos alunos para o sucesso na aprendizagem e, por fim, relacionamos a fábula do Patinho Feio com os nossos alunos que se sentem excluídos do processo de ensino.

PALAVRAS-CHAVE: Diversidade, multiculturalismo, cultura, exclusão/inclusão.

ABSTRACT

The school lives a moment that much is spoken of inclusion, where the law supports the inclusive education, but, that the practice does not always contemplate what the current legislation prays as legal. Scho- ols receive a plurality of students, but is there such a dream in their womb? Do all students have quality education? Legislation is explicit regarding the obligation to host and enroll all students, regardless of their needs or differences. However, their educators are not prepared to receive all the differences and needs. We see distressed educators, segregated students and a poorly prepared education system for inclusion. Thus, the present study aims to discuss the inclusion process focusing on the methodology of projects as an inclusive and democratic methodology, at the first moment we will make a journey throu- gh multiculturalism received by schools and the curricula designed in a way that homogenizes teaching, making -the standard; then we will present the Cultural Projects as a methodological tool for inclusive practices, we focus on the importance of the relationship between the culture and the knowledge ex- changed by the students for the success in learning and finally we relate the fable of the Ugly Duckling with our students who feel excluded of the teaching process there.

KEYWORDS: Diversity, multiculturalism, culture, exclusion / inclusion


[1] Lenir Mendes da Silva- Acadêmica de Mestrado, pela AEBRA.

[2] Dr.a: Malvineide de Miranda Freitas – Professora Doutora .