MAL-ESTAR DO PROFESSOR: um estudo sobre a concepção do professor readaptado no município de Casinhas – PE

                                          Lucicleide Pereira Lima [1]

RESUMO

Este estudo evidencia uma significativa população que sofre com algum tipo de transtorno funcional, com destaque para os profissionais da área da educação, por ser considerável o elevado número de professores com uma rotina excessiva de trabalho. Nesse contexto, são fatores agravantes o convívio com os colegas, alunos, pais de alunos e alguns gestores, muitas vezes, havendo conflitos estressores que levam os docentes vulneráveis ao mal-estar. Esse mal-estar é compreendido como obstáculo, referindo-se ao volume e à precariedade das condições de trabalho, falta de comprometimento, insatisfação com a profissão, alto índice de estresse, baixos salários, absenteísmo, anseio em desistir de professorar. Essa pesquisa teve como objetivo investigar o mal-estar do professor readaptado no município de Casinhas – PE. Os relatos dos professores readaptados evidenciaram que alguns docentes se sentem desmotivados com a profissão, mas ficou evidente que todos acreditam que a insatisfação profissional é o fator responsável direto pelo mal-estar que vem atingindo esses docentes.

PALAVRAS-CHAVE: Profissão Docente. Mal-estar-docente. Readaptação Funcional.

TEACHER’S DISEASE: a study on the conception of the readapted teacher in the city of Casinhas – PE

ABSTRACT

This study shows that there is a significant part of the population that suffers from some type of functional disorder, especially among professionals in the field of education, in which there is an existing excessive work routine. In this context, stressful interactions with colleagues, students, student’s parents and some principals are aggravating factors, leading to conflicts that result in teachers feeling uncomfortable. This malaise becomes an obstacle, referring to the volume and precariousness of working conditions, lack of commitment, dissatisfaction with the profession, high levels of stress, low salaries, absenteeism and eagerness to give up teaching. This research aimed to investigate the malaise of the readapted teachers in the city of Casinhas – PE. The reports of readapted professors showed that some feel unmotivated and it was evident that they all believe that this dissatisfaction is the factor directly responsible for the malaise that has been affecting these professors.

KEYWORDS: Teaching Profession. Teacher malaise. Readapted-working Professional.

ENFERMEDAD DEL MAESTRO: un estudio sobre la concepción del maestro readaptado en la ciudad de Casinhas – PE

RESUMEN

Este estudio muestra una población significativa que padece algún tipo de trastorno funcional, especialmente los profesionales del ámbito educativo, ya que la gran cantidad de docentes con una rutina de trabajo excesiva es considerable. En este contexto, las interacciones con compañeros, alumnos, padres de alumnos y algunos directivos son factores agravantes, a menudo con conflictos estresantes que llevan a los profesores a sentirse incómodos. Este malestar se entiende como un obstáculo, referido al volumen y precariedad de las condiciones laborales, falta de compromiso, insatisfacción con la profesión, alto nivel de estrés, bajos salarios, absentismo, afán por dejar la docencia. Esta investigación tuvo como objetivo investigar el malestar del docente readaptado en la ciudad de Casinhas – PE. Los informes de los profesores readaptados mostraron que algunos profesores se sienten desmotivados con la profesión, pero se evidenció que todos creen que la insatisfacción profesional es el factor directamente responsable del malestar que viene afectando a estos profesores.

PALABRAS CLAVE: Profesión Docente. Malestar docente. Readaptación Funcional.


[1] Mestranda do Curso de Ciências da Educação – UDS- Universidad de Desarrollo Sustentable. Especialista em Enfermagem em Ginecologia e Obstetrícia – Faculdade Dom Alberto Grupo FAVENE. Especialista em Ciências da Educação – Faculdade de Teologia Integrada – FATIN. Graduada em Enfermagem – Faculdade Integrada da Vitória de Santo Antão – FAINTVISA.