A RESSIGNIFICAÇÃO E REINSERÇÃO DOS DEPENDENTES DE ÁLCOOL E OUTRAS DROGAS NO MERCADO DE TRABALHO

                                           Tainara Susie Martins Silva [1]

Sara Carlos da Silva [2]

Valdir de Aquino Lemes [3]

RESUMO

O uso e abuso de substâncias psicoativas sempre esteve presente na história da humanidade, mas nos dias atuais possui uma conotação diferente. Esta pesquisa buscou expressar os problemas que o indivíduo, que faz uso prejudicial de álcool e outras drogas, enfrenta na sua reinserção no âmbito social, especificamente nomercado de trabalho, devido aos estereótipos e estigmas atribuídos a ele, de cunho pejorativo e negativo, que contribuem com sua marginalização. Em virtude disso, o objetivo deste artigo é descrever e discutir a importância do trabalho laboral no processo de ressignificação e reinserção do dependente de álcool e outras drogas na sociedade. Para a realização deste estudo, utilizou-se o método de pesquisa bibliográfica que ocorreu por meio da compilação 59 referenciais teóricos que abordam a temática. O resultado do presente estudo aponta que o trabalho laboral é um dos aspectos relevantes que contribuem no tratamento da dependência de álcool e outras drogas, pois é considerado como uma das estratégias de enfrentamento, de reinserção social e mudanças no estilo de vida. No entanto, as representaçõessociais que envolvem este fenômeno são intensas e causam prejuízossignificativos na vida do indivíduo, devido serem intrinsecamente ligados a criminalidade, violência e sem perspectivas de mudança. Diante do exposto, conclui-se que o trabalho laboral apresenta ser fundamental para o êxito no tratamento do indivíduo que faz uso prejudicial de álcool e outras drogas, porser um dos meios de reinseri-lo na sociedade e de ressignificarsua vida, além de contribuir com o restabelecimento do núcleo familiar por ser uma das estratégias de enfrentamento à recaída.

PALAVRAS-CHAVE: Dependência Química; Representações Sociais; Identidade Profissional.

ABSTRACT

The use and abuse of psychoactive substances have always been present in the History of mankind; however, nowadays, they have brought us a different meaning. This research sought to express the problems that the alcohol and drug addicts face in their reinsertion in the social environment – more specifically in the labor market – due to the stereotypes and the general stigma attributed to these individuals, besides the pejorative and negative nature which contributes to their marginalization. Therefore, the purpose of this article is to describe and discuss the importance of the work in the process of resignification and reinsertion of the alcohol and other drug dependents in society. For the accomplishment of this study we used the method of bibliographical research by the compilation 59 of theoretical references on the theme. The result of the present study shows that the work is a deeply relevant aspect which surely contributes to the treatment of alcohol and other drug addiction, being considered as a very important coping strategy for the social reintegration and changes in lifestyle. Nevertheless, the social representations which involve this phenomenon are intense, and they may cause significant losses in the life of an individual once they are intrinsically linked to crime, violence and no prospect of change. In view of the above, one can come at the conclusion which work is essential for the success in the treatment of individuals who make harmful use of alcohol and other drugs, as a powerful way to reinsert these individuals in society and to resignify their lives, and also contributing to the reestablishment of the family nucleus, as well as for being one of the coping strategies to avoid relapse.

KEYWORDS: Chemical Dependency; Social Representations; Professional Identity.


[1] Brazcubas educação, Mogi das Cruzes, Brasil, acadêmica de Psicologia

[2] Mestranda em Saúde Pública (EAD), Mogi das Cruzes, Brasil, Docente na Brazcubas educação

[3] Unifesp, São Paulo, Brasil, Pós-doutor em Ciências da Saúde, Docente na Brazcubas educação

AS REPRESENTAÇÕES SOCIAIS ACERCA DA RELAÇÃO PROFESSOR E ALUNOS DA ESCOLA MUNICIPAL 4 DE JULHO DO MUNICÍPIO DE NOVA MUTUM-MT

Jaime Martins da Silva

RESUMO

As representações sociais de professores e alunos numa escola apresenta um panorama de como acontece a assimilação dos significados da aprendizagem pessoal e coletiva, envolvendo pessoas que buscam um aperfeiçoamento da prática, para contribuir com a construção do conhecimento permitindo condições de aceitação das diferenças individuais tornando positivas as relações interpessoais numa instituição de ensino. O objetivo geral deste trabalho foi analisar se as “representações sociais” do profissional de educação, no que diz respeito à relação professor e alunos, interferem no aprendizado escolar. A pesquisa tem abordagem qualitativa utilizando-se do método indutivo, sendo um estudo de caso com questionário aplicado a 10 professores e 30 alunos com escolha intencional. Os principais resultados indicam que aspectos técnicos e afetivos, que envolvem o trabalho do professor em sala de aula, contribuem com o aprendizado e com uma melhora na qualidade de vida dos alunos. Considera-se que o relacionamento professor-aluno envolve aspectos da formação profissional do educador e sentimentos afetivos que consolidam uma prática desenvolvida com competência no interior da escola.

PALAVRAS-CHAVE: Professor. Aluno. Representações sociais.

ABSTRACT

The social representations of teachers and students in a school provide an overview of how assimilation of the meanings of personal and collective learning takes place involving people who seek to improve their practice to contribute to the construction of knowledge, allowing conditions for the acceptance of individual differences, making positive relationships interpersonal skills in an educational institution. The general objective of this work was to analyze whether the “social representations” of the education professional with regard to the teacher and students relationship interfere in school learning. The research has a qualitative approach using the inductive method, being a case study with a questionnaire applied to 10 teachers and 30 students with an intentional choice. The main results indicate that technical and affective aspects that involve the teacher’s work in the classroom contribute to the learning and an improvement in the students’ quality of life. It is considered that the teacher-student relationship involves aspects of the educator’s professional training and affective feelings that consolidate a competently developed practice within the school.

KEYWORDS: Teacher. Student. Representations Social.